ANAMAGES celebra 22 anos

A ANAMAGES completa 22 anos de fundação nesta terça-feira.
Por Danusa Andrade.
Publicado em 11/12/2023 às 17:11. Atualizado há 6 meses.

LogoO Presidente da ANAMAGES, Juiz Carlos Hamilton Bezerra Lima

Nesta terça-feira, dia 12 de dezembro, a Associação Nacional dos Magistrados Estaduais (ANAMAGES) completa 22 anos de fundação com motivos de sobra para celebrar. O primeiro deles é a própria longevidade da associação, que foi criada por um grupo de Juízes e Desembargadores em Belo Horizonte, motivados pela busca de representatividade dos Magistrados Estaduais no cenário nacional.

Outro bom motivo para comemorar é a conquista da representatividade pleiteada em 2001, pelos fundadores da ANAMAGES, hoje a entidade é reconhecida pelos tribunais superiores e no mundo jurídico por ser a única associação de nível nacional a defender exclusivamente os interesses dos Juízes de Direito. Além disso, a ANAMAGES possui bom diálogo e fluxo com os demais Poderes da República, característica imprescindível para que a entidade possa transmitir as reivindicações da Magistratura Estadual em matérias de relevância da categoria.

Também é possível mencionar a manutenção e a solidez dos alicerces que sustentam a entidade há mais de duas décadas, como a defesa irrestrita dos direitos e prerrogativas dos Juízes de Direito em qualquer instância, além do suporte ímpar de acolhimento das demandas de seus associados. A ANAMAGES conquistou ainda um importante marco com a aquisição de duas salas comerciais em um ponto valorizado da Capital Federal para a realização de reuniões e eventos diversos, oferecendo comodidade aos associados.

“A nossa combativa ANAMAGES luta pelo futuro da Magistratura Estadual. Lutamos pela valorização de quem escreve a história do Poder Judiciário e desempenha o ofício com sacrifícios e renúncias. Lutamos para combater injustiças. Lutamos pela defesa inquebrantável de nossos associados quando eles mais precisam. Lutamos para que a nossa entidade consiga perdurar por muitas outras décadas com a mesma vitalidade e força do início”, diz o Presidente da ANAMAGES, Juiz Carlos Hamilton Bezerra Lima.